Receba nossa newsletter

Notícias

Sindipetro integra associação que adquire marca de conveniências

Aghora Conveniência: nova gestão

Entidade da revenda adquire direito de uso da marca, aposta na expansão do modelo de loja independente para auxiliar o revendedor a diversificar o negócio e ampliar o mercado de conveniência no país

Por Mônica Serrano                      

         A Associação Brasileira de Entidades de Classe Representativas da Revenda de Combustíveis adquiriu o direito de uso da marca da Aghora Conveniência em julho do ano passado. De lá para cá, a nova administração passou por um período de transição. A partir deste ano, a Associação tem como meta expandir a atuação da marca independente, possibilitando à revenda diversificar o negócio a custos mais acessíveis.

         A Associação é formada por 10 sindicatos revendedores, filiados à Fecombustíveis, e a iniciativa visa auxiliar os empresários do setor, que passam por uma crise prolongada, a fim de aumentar as possibilidades de negócio.

         Atualmente, o mercado de lojas de conveniência é dominado por três grandes marcas BR Mania (BR Distribuidora), Select (Shell/Raízen) e am/pm (Ipiranga) que atuam no modelo de franquia.  Além do alto investimento para montar uma loja franqueada, a grande reclamação da revenda é o custo alto que se arca com o pagamento de royalties.  "As lojas franqueadas pagam, aproximadamente, 7% de royalties sobre o faturamento bruto mensal da loja. A Associação pretende dar acesso à revenda que está fora deste mercado, por falta de condição financeira", disse Paulo Miranda Soares, presidente da Fecombustíveis. 

         O grande diferencial da Aghora é a diversificação do negócio a custos baixos. "Uma loja franqueada que vende R$ 400 mil paga R$ 28 mil de royalties mais a taxa de marketing. Acreditamos que a Aghora amplia as possibilidades para todos os postos, mas atende, principalmente, a necessidade de pequenos e médios revendedores", disse Carlos Eduardo Mendes Guimarães Júnior, presidente do Minaspetro e conselheiro da Associação.

         A dificuldade da revenda em obter resultados satisfatórios somente com a venda de combustíveis tem sido generalizada no país, principalmente após a implementação da política de preços da Petrobras. Com a crise agravada, seria o momento de avaliar outras possibilidades no ponto de venda. "O revendedor tem que estar atento a todas oportunidades de obtenção de renda que o seu espaço possibilita. A Aghora vai facilitar o acesso do revendedor em disponibilizar essa conveniência aos seus clientes, eliminando a barreira do alto investimento", disse Nelson Soares, conselheiro da Associação e gerente-executivo do Sindipetróleo-MT.

         Para Luiz Henrique Martiningui, membro da Associação e presidente do Sindipetro Serra Gaúcha, o mercado de conveniência no Brasil deve amadurecer e o segmento de conveniência será um diferencial daqui para frente. "Ainda estamos longe de ser um mercado como Estados Unidos, Argentina e Uruguai, mas só vender combustível não garante a sustentabilidade do negócio. Temos muito que crescer e este segmento vai ser um diferencial daqui para frente. O posto está virando um prestador de serviços, devemos atender ao cliente de forma cada vez mais completa, caminhando para evoluir cada vez mais", comentou.

          Enquanto nos Estados Unidos 80% dos postos têm lojas de conveniência, no Brasil, somente 18% do total de postos participam deste mercado, o que demonstra amplo espaço para crescer. Atualmente, há 7.655 lojas de conveniência ante os 41.901 postos de combustíveis do país. Conforme o anuário do Sindicom (dados de 2017), há somente 2.857 lojas de conveniência independentes e sem marca. A maior parte do mercado, ou seja, 62% do market share reúne 4.798 lojas de conveniência das distribuidoras associadas ao Sindicom, das quais fazem parte as três grandes marcas BR Mania (BR Distribuidora), Select (Shell/Raízen) e am/pm (Ipiranga).

 

Como funciona a Aghora

         A marca Aghora atua no modelo licenciado, que tem como vantagem a não cobrança de royalties sobre o faturamento bruto.  O revendedor arca apenas com o pagamento de uma mensalidade fixa, que varia de R$ 900,00 a R$ 1.500,00. Vale destacar que os postos filiados aos sindicatos revendedores terão condições especiais e preferência nas negociações para a implantação da loja Aghora.

         Fundada em junho de 2006, a marca Aghora Conveniência nasceu em Minas Gerais. Ao longo de 11 anos, a marca se espalhou pelo país, e hoje reúne 45 lojas de conveniência distribuídas nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Pará, Piauí e Rio Grande do Sul.  Atualmente, a marca passa por um processo de modernização para implementar as melhores práticas do segmento.

Em relação às compras, a Aghora permite flexibilidade com relação à escolha de marcas ou fornecedores, contando com apoio da indústria e de profissionais especializados a loja será adequada à necessidade do ponto de venda. Nesse contexto o revendedor poderá escolher fornecedores locais e comercializar produtos da região.

         As lojas Aghora atendem a todos perfis de revendedores, desde pequenos empresários a grandes redes, tanto bandeiras brancas como embandeirados. Para quem nunca teve loja de conveniência, atuar com a marca representa usufruir de toda expertise de rede.

 

Revendedores  Aghora

 

         O revendedor Mário Melo, vice-presidente da Fecombustíveis, abriu uma loja Aghora, em Belém-PA, há quase três anos e não se arrepende. "Neste modelo, cria-se o sentido de rede, de imagem uniforme no Brasil inteiro, recebi ajuda na administração, tive condições facilitadas por fornecedores nacionais de alimentos, bebidas e cigarros, que eu não teria se tivesse montado uma loja sozinho."

                  No Rio de Janeiro, o revendedor João Vicente Beltrão de Souza conta que montou uma loja de conveniência da marca Aghora há cerca de três anos e foi o primeiro estabelecimento da rede que instalou uma minipadaria. "Pão é o terceiro produto que mais vende na loja, tem fila nos horários de pico. Tivemos que investir, compramos os equipamentos, os pães são congelados e assados na hora", comentou.

         Souza quando montou a loja não tinha nenhuma experiência com conveniência. A Aghora ofereceu todo apoio, o que facilitou na escolha dos equipamentos, móveis e forno da nova loja. "Não tinha ideia por onde começar. Eles deram suporte completo, não precisei cotar os preços e todas as sugestões foram boas", relatou.

         Em Unaí-MG, o revendedor Geraldo Gonçalves Silva, é proprietário de postos há 30 anos.  Atualmente, tem duas lojas Aghora e uma BR Mania. Quando optou pela Aghora levou em consideração a não cobrança dos royaties, a organização e o modelo padronizado. "Não tinha experiência com conveniência, sempre ouvi falar mal. O investimento em loja franqueada era alto para mim e eu queria montar uma loja bonita, arrumadinha, com liberdade de escolha dos produtos. Compensou diversificar os negócios, só que tudo tem que ter dedicação, não é entrar no negócio por entrar. Tem que ter a mão do dono, comprar bem para vender bem", disse.

 

 Informações sobre as lojas Aghora:

Se você tem espaço em seu posto e tem interesse em fazer parte da rede Aghora, entre em contato:

Tel.:  (31) 2108-6514/6538

WhatsApp: (31) 98393-4020 com Charles Monteiro.  

28/02/2018

Patrocinadores

Databoff - Geo Ambiental Consultoria e Licenciamento - Solução Ambiental

Filiado à

Fecombustíveis

Rua Ítalo Victor Bersani, 1134 - Bairro Jardim América - 95050-520 - Caxias do Sul - RS
Fone: (54) 3222.0888

Desenvolvido por TUA Web Tecnologia